RETORNO

AMADOS! DEPOIS DE UMA PARADA ,RETORNAMOS REVIGORADOS E CADA VEZ MAIS CERTOS EM CONTINUARMOS NOSSA APRENDIZAGEM.NESSE PERÍODO SOMENTE FORAM POSTADOS MENSAGENS EM NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK,NA QUAL PARTILHAMOS ASSUNTOS TÃO RELEVANTES NESSE MOMENTO DE TRANSIÇÃO!VAMOS EM FRENTE QUERIDOS EM NOSSA CAMINHADA COM AMOR ,LUZ,FÉ E DEUS EM NOSSOS CORAÇÕES! NAMASTE

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

ANAEL - 28-09-2011 - AUTRES DIMENSIONS




Eu sou ANAEL, Arcanjo.
Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes Estelares, que a Graça, o Amor e a Unidade sejam seu estado.

Eu venho a vocês, hoje, para saudá-los e, também, como Embaixador do Conclave Arcangélico, para especificar certo número de elementos concernentes à preparação das Núpcias de Luz coletivas desta Terra.

Como Sementes Estelares e como Filhos da Lei de Um, vocês levaram a efeito, cada um e cada uma, segundo suas próprias Vibrações, uma preparação Interior que visa estabelecê-los ou aproximá-los do estado de Ser Unitário.
Esse estado, hoje, deve tender a estabilizar-se, a fim de permitir-lhes viver, num primeiro tempo, suas Núpcias de Luz, se elas já não estão realizadas.

Aquilo de que vou falar-lhes hoje não é para vocês que vivem o que vocês vivem, mas é destinado a favorecer, por sua Presença, seu estado de Ser, seu Amor e sua Alegria, a última revelação da Luz das Núpcias coletivas, concernente, é claro, à Ascensão final da Terra e, também, ao seu papel de Ancoradores de Luz, que vai e que deve representar um bálsamo de Luz para aqueles de seus Irmãos e de suas Irmãs que ainda não ativaram, por uma razão ou por outra, uma de suas Coroas, ou que se colocam ainda questões quanto a essa evolução, quanto à Luz, quanto ao seu estado de Ser.

Sua Presença sobre esse mundo, em sua Presença Unificada, vai tornar-se essencial e capital, não tanto para vocês, mas, efetivamente, para o resto da humanidade, a fim de que o que se revela, durante este período, de maneira final e definitiva, permita ao conjunto da humanidade, nesse instante final, tomar consciência da Luz, da Unidade, do Amor e da Alegria.

Lembrem-se de que isso não pode fazer-se por palavra alguma, por qualquer explicação, por qualquer persuasão, mas, simplesmente, apresentando-se num estado de Ser, de Alegria, de Paz, de Amor e, sobretudo, de Irradiação da Fonte, permitindo, então, em seu ambiente – tanto próximo como ao mais distante, do conjunto da Terra – recorrer a essa Fonte.
Aquela que, por sua Transparência, por seu estabelecimento em seu Coração é captável, assimilável por aqueles de seus Irmãos e de suas Irmãs que ainda não reconheceram ou aceitaram a Luz.

Lembrem-se de que cada um sobre a Terra deve viver o retorno da Luz e de que a evolução a esse retorno da Luz será profundamente diferente, conforme a vivência desse instante final.

É claro, muitos de vocês têm percorrido um caminho a que vocês chamam espiritual, de busca, que os conduziu onde vocês estão.
Alguns entre vocês descobrem, de maneira espontânea, se se pode dizê-lo, as Leis da Vibração da Luz Una em suas estruturas, sem ter, jamais, buscado o que quer que fosse.

Lembrem-se de que Maria, como outras, sempre disseram que vocês estavam, neste período, na exata idade, no exato lugar e nas condições as mais exatas, que lhes permitem viver o que vocês vieram viver.
Muitos de vocês, desde as Núpcias de Luz de 26 de setembro, vivem contatos, mais ou menos aproximados, sob diferentes formas, com os planos multidimensionais.

Bem além das percepções Vibratórias, a própria consciência começa a modificar-se.
Vocês têm, disso, uma consciência, mais ou menos realçada, mas no mínimo, vocês percebem, mesmo em sua consciência e em suas estruturas, que as coisas, de uma maneira geral, estão mudando.

Foi-lhes recomendado, também, portar sua Atenção, sua consciência, ao máximo, nos instantes em que a Luz chama-os ao seu Alinhamento, à sua Unidade, nos momentos em que a Luz penetra-os, qualquer que seja a Coroa que se ative, pedindo-lhes Atenção e estado de Alinhamento.
Estado, se preferem, de oração Interior, de meditação.
Quaisquer que sejam os nomes que vocês possam dar, o importante é responder «sim» a essa Luz.
Do modo pelo qual vocês vivem esse «sim», do modo pelo qual vocês aquiescem à revelação da Luz – qualquer que seja sua forma, para vocês – vocês poderão, efetivamente, cruzar essa Porta Estreita, tornar-se cada vez mais Transparentes, cada vez mais Unificados, cada vez mais observadores de sua própria vida e do ambiente da Terra.

Não para desinteressarem-se do que vocês são, mas, bem ao contrário, para permitirem-se distanciar, no choque da Revelação final da Luz.
Não para separarem-se disso, mas, bem ao contrário, para permitirem-se, durante esses tempos – que são agora – oficiar como Ancoradores, Semeadores de Luz, mas, também, agora, como Seres que participam da Unidade, da Presença, que participam da Irradiação da Luz Una, por seu próprio estado de consciência.

Ainda uma vez eu repito – como tantos outros o disseram – que a Luz é Inteligência, que ela não tem necessidade de sua participação mental ou intelectual para agir em vocês, como através de vocês, a fim de difundir-se, amplamente, sobre esta Terra.

Nós contamos, nós, Conclave, com o conjunto de seres que vivem esses processos de abertura, a fim de acolher, sempre e sempre mais, os mecanismos de Luz, de alinhar-se cada vez mais, de aproveitar momentos de efusão de energia e de consciência – que nós oferecemos e que lhes oferece o Sol ou as irradiações cósmicas – a fim de trabalhar agora, eu diria, numa outra oitava de seu Serviço, numa outra oitava de sua Presença.

Isso demanda, de sua parte, ao mesmo tempo, uma abnegação e um Abandono total à Luz.
Tornar-se Luz, inteiramente, permitir-lhes-á, também, irradiar essa Luz sobre o conjunto de seus Irmãos e de suas Irmãs, a fim de realizar, todos juntos, por intermédio da Merkabah Interdimensional coletiva, um fenômeno e um mecanismo de amortização da Luz, permitindo aos seus Irmãos e Irmãs viverem, e ainda é tempo, o tempo da Luz neles, a fim de rememorarem-se do juramento da Fonte, da Promessa – que havia sido feita às almas e aos Espíritos que se precipitaram nesse mundo – que, um dia, viria sua Liberação definitiva do confinamento.

Guardem presente, também, no espírito que, qualquer que seja seu estado: a Unidade a mais pura e o estado Crístico o mais puro, vocês não podem e não devem forçar o que quer que seja.
Vocês devem, simplesmente, deixar emanar sua Presença e a Luz que vocês recebem, sem nada ali acrescentar, sem nada ali aportar e sem nada dali subtrair.

Viver no Amor, na neutralidade a mais total, a fim de que aqueles de seus Irmãos e Irmãs, que ainda não estão abertos, vivam esse Reencontro com a Luz, nas condições ótimas, nas condições as mais propícias para a vinda do CRISTO, aquele que virá como um ladrão na noite.

Assim, bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes Estelares, o Conclave Arcangélico atrai sua atenção a fim de que, mais do que nunca, sejam implementados os quatro Pilares do Coração, os quatro Pilares da cabeça, a saber: viver AQUI e AGORA, entre ÉTICA e INTEGRIDADE, no interior de seus quatro pilares.

Esse é o único modo de passar a Porta Estreita e, ao mesmo tempo, de amortecer o choque da humanidade, as Núpcias coletivas de Luz que, como lhes disse Maria, ser-lhes-ão anunciadas pelo Canto do Céu e da Terra, pelo anúncio de Maria, não importa em qual momento, doravante.

Restar-lhes-á, então, o tempo útil para pôr em ordem o que vocês são e preparar a recepção da Luz e preparar sua evolução na Luz.
E, também, é desse modo que vocês aportarão a ajuda a mais grandiosa e a mais humilde aos seus Irmãos e às suas Irmãs.
É desse modo que vocês servirão, o melhor possível, à Luz e à sua instalação.
É desse modo que vocês servirão, o melhor possível, à Ascensão final da Terra.

Nós sempre dissemos, desde vários meses, que não era necessário procurar data para eventos, porque vocês são o evento que permite o Advento do CRISTO.

Ao longo deste período – quer vocês tenham se juntado à Luz Una durante essas últimas semanas ou há numerosos anos – escutando o que nós dizíamos ou escutando, diretamente, seu próprio coração, vocês passaram, uns e outros, por mecanismos precisos que permitem, conforme o ritmo de cada um, aproximá-los desse momento.

As Núpcias de Luz são-lhes oferecidas, a título individual, num tempo extremamente curto, a fim de permitir-lhes preparar as Núpcias coletivas da Luz.
Do modo pelo qual vocês aceitam viver suas Núpcias individuais, do modo pelo qual vocês aceitam abandonar-se e dar-se à Luz Una, desenrolar-se-á o mecanismo de estabelecimento da Luz, da Ascensão final da Terra e do Despertar final de seus Irmãos e de suas Irmãs encarnados sobre esta Terra, permitindo a eles, então, viver o contato com CRISTO, o apelo do CRISTO e a ele responder.

O importante não é preocupar-se com a resposta que eles darão, porque cada um é livre, mas, efetivamente, fazer de modo a que a mensagem da Luz seja veiculada, amortizada, por sua Irradiação.

Afastem-se do que é complicado.
Lembrem-se da Simplicidade.
Afastem-se do que infla, no ego.

Lembrem-se da Humildade espiritual: aceitar nada ser, completamente, aqui, permite-lhes ser Tudo, na Unidade.
Não há meia-medida; vocês não podem ser um e o outro: ou é tudo aqui ou Tudo na Luz.
Não podem ser os dois.
Essas palavras foram-lhes pronunciadas de diferentes modos, mas vão tomar, nos dias que vocês vivem, uma importância cada vez mais crucial.

As Cruzes da Redenção, assim como as Cruzes mutáveis vão ativar-se numa outra banda de Luz, permitindo, então, o derramamento e a revelação de Luz de modo muito mais intenso, para cada um de vocês, em função do que vocês já viveram.

Lembrem-se, CRISTO havia dito: "àquele a quem tiver sido muito dado, ser-lhe-á muito pedido." A Luz vem, agora, pedir-lhes para estarem na Humildade e na Simplicidade, na doação de si, na Transparência, na Pobreza e na Simplicidade da Infância, para permitir ao CRISTO estabelecer-se em seu Templo, bater à sua porta, a fim de que MIGUEL transpasse seu Coração e que METATRON rasgue, inteiramente, a bainha isolante de seu Coração, permitindo-lhes, então, trabalhar, no silêncio e na humildade de sua Presença, para o conjunto de seus Irmãos e de suas Irmãs.

Suas Núpcias de Luz devem ser vividas ou já são vividas.
Elas têm um objetivo e uma única finalidade: O Amor, porque o que vocês vivem assinala, para vocês, sua evolução na Luz.

Mas não se esqueçam de que existem todos os outros sobre esta Terra, que são uma parte e uma parcela do Todo.
Um Todo que é o Um.
Eles são vocês, como vocês são eles.
Então, não se julguem e não os julguem.
Contentem-se de deixar trabalhar a Luz Una.
Contentem-se de viver a Alegria da Simplicidade, da Humildade.

Não se desviem, jamais, da Luz, qualquer que seja a forma que possa tomar, para vocês, seu apelo, porque esse apelo lhes é específico e permite viver o Serviço, a doação de si, o Amor.
E é nesse Amor, bem além do amor conceitualizado pela cabeça do humano, é nesse Amor, bem além de qualquer relação afetiva que vocês reencontrarão, no Céu, nas Dimensões Unificadas, a Verdade e a Beleza de seu Ser.

Assim, nesses tempos extremamente reduzidos, da instalação total da Luz, é agora que vocês devem fazer prova do que não foram, alguns de vocês, capazes de estabelecer, até o presente.
Vivam a Alegria.
Vivam a Paz.
Vivam a Unidade e a Simplicidade.
É a coisa a mais fundamental, de tudo o que pode existir na vida e em sua vida, neste período específico que se abriu em 26 de setembro.

Como vocês sabem, uma multidão de eventos estão tomando curso em seus céus, na Terra, no cosmos.
Muitos de vocês percebem a modificação do Som da alma e do Espírito, assim como começam a perceber o Som do Céu e da Terra.
O sinal final será dado pela persistência e a generalização do Canto do Céu e da Terra, indicando-lhes, então, unicamente naquele momento, que tudo está encadeado para a última fase da Revelação final, para a última fase da Ascensão final da Terra e de sua Consciência.

Durante esses momentos que os separam desses instantes, resta-lhes fortificar a ancoragem da Luz, fortificar sua capacidade de Irradiação da Luz e vocês apenas podem Irradiar a Luz se aceitam Dar-se, Abandonar-se e deixar a Luz trabalhar, pela Transparência, no Interior de sua Consciência, no Interior de seu corpo, no Interior de sua alma.
Tornem-se, realmente, o que vocês São, ou seja, Seres de pura Luz.

Vocês vão viver, alguns e muitos de vocês, momentos de Graça cada vez mais importantes e cada vez mais excepcionais em relação ao seu estado habitual.
Isso vai permitir-lhes aclimatarem-se ao seu novo estado de Ser, diretamente religados à Existência, diretamente religados ao que vocês São, na Eternidade, permitindo-lhes extrair-se, sem dificuldade alguma, se vocês o aceitam, do efêmero de sua vida, a fim de entrar na vida Eterna; permitindo-lhes preparar a Ascensão final desta Terra, e permitindo-lhes, também, por sua simples Presença, amorosa e de Serviço, junto aos seus Irmãos e Irmãs, viver esse Reencontro.

Ninguém nesta Terra, assim como foi dito, poderá ignorar o que vem.
É claro, o olhar de cada um será profundamente diferente, conforme se trate do olhar da personalidade ou do olhar do Espírito,.
Como havia sido dito pelo Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV): haverá o olhar da lagarta e haverá, também, em vocês, o olhar da borboleta.
Os dois olhares sobrepor-se-ão, induzindo, por vezes, o que foi chamada a noite escura da alma.

De fato, vocês devem, hoje, superar os últimos apegos, transcendendo-os ou, antes, deixando-os transcender-se pela ação da Luz em vocês.
Assim, vocês concorrerão para sua própria Transparência e para sua própria Cristização, o que lhes permite, então, Irradiar.

É nesse estado de Irradiação que sua vida deve, doravante, desenrolar-se.
É uma vida de Graça, que tem suas exigências, mas a Liberdade é a esse preço: aquele de levar a efeito a escolha da Luz ou a escolha de sua vida.

Eu não repetirei as palavras do CRISTO, que foram pronunciadas abundantemente nesses últimos tempos, porque elas são as imagens que devem permitir-lhes, no sentido o mais profundo, ir para o que vocês São, para consumar o sentido de sua Presença sobre esta Terra, o sentido de sua missão e o sentido do que eu seria tentado a chamar sua consumação, porque os tempos estão consumados e, como lhes disse Maria: no Espírito, tudo está consumado.

Mesmo se a noite escura da alma os faça dizer: «meu Pai, por que me abandonastes?», isso é apenas o olhar fragmentado da personalidade.
A Luz intima-os a elevarem-se para além dessas zonas de turbulências, a fim de penetrarem, diretamente e em plena consciência, a Morada de Paz Suprema: lá onde se vive o Samadhi, onde se vive a Alegria, onde se vive a Unidade, fazendo com que toda sua vida que resta a correr nesse mundo preencha-se da Graça inefável da Luz Una, da Presença do CRISTO e de Maria, ao seu lado e em vocês.

Como algum de nós o disse, nós estamos ao mais perto de sua Consciência.
Do mesmo modo, a Luz Branca e sua Revelação está ao mais próximo da Terra.
Ela aperta o cinto, doravante, de sua atmosfera.
A Ele não resta mais do que descer ao solo desta Terra, a fim de fecundar e dar o impulso final ao apelo do núcleo da Terra pra viver sua Liberação.
Isso se desenrolará de um instante para o outro, deixando-lhes uma margem de manobra, ligada ao Canto do Céu e da Terra, para aqueles de vocês, Filhos das Estrelas, que não alinharam, perfeitamente, sua Presença na Unidade, na Verdade e na Beleza.

Amados do Um, o anúncio que venho dar-lhes está na linha direta das intervenções do Anjo METATRON, de MARIA – que interveio em dois tempos em seu dia de Núpcias de Luz – (ndr: ver as duas canalizações de MARIA, de 26 de setembro [
Maria - primeira intervenção, Maria - segunda intervenção), porque ela interveio, portando a potência do conjunto dos Anciões, do conjunto de Estrelas, do conjunto do Conclave e, num segundo tempo, como Presença de Estado de Mãe entre vocês.

Hoje, vocês devem elevar a chama da Luz CRISTO.
Reste o tempo que restar.
A data é agora.
A data não é nem amanhã nem depois de amanhã.
Cada dia, cada minuto e cada sopro de sua vida que resta a percorrer devem ser focados nesse único objetivo: Transparência, Humildade, Simplicidade e Infância, a fim de viver o CRISTO e a fim de permitir-lhes consumar o sentido de sua presença nesse mundo.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes Estelares, aí está a mensagem que o conjunto do Conclave Arcangélico dirige a vocês, por minhas palavras e por minha Vibração.

Eu permaneço, é claro, entre vocês, porque o tempo que me é atribuído não se escoou, para escutar o que vocês têm a perguntar-me, concernente, de maneira preferencial, ao que acabo de exprimir e de Vibrar em sua Consciência.

Questão: Como responder, com Simplicidade, às pessoas que fazem questões sobre o que vem?
Bem amado, nada há a responder, porque cada palavra que você pronunciasse, naquele momento, induziria não uma certeza e um apaziguamento provisório da dúvida, mas, bem ao contrário, reforçaria a ilusão das palavras pronunciadas e afastaria, ainda mais, esses seres de sua própria Luz.

O que há a fazer, nesses momentos, é compartilhar, com esses Irmãos e essas Irmãs, um instante de comunhão, no silêncio, sem usar palavras, sem usar do olhar, sem usar dos gestos, sem usar do mínimo magnetismo, mas, simplesmente, instalar-se, naquele momento, em sua Presença e deixar trabalhar a Luz.

Qualquer palavra, assim como vocês o constatam e constatarão cada vez mais, para aqueles que duvidam, fará apenas reforçar a dúvida.
Vocês nada podem mudar pelas palavras.
Vocês podem apenas Ser o testemunho da Luz, por sua Presença e por sua Irradiação.
Todo o resto irá direto ao malogro e à confrontação, que corre o risco de ser cada vez mais violento, conforme seus ambientes.

Quanto mais a Luz revelar-se, mais o Canto do Céu vai aparecer, mais aqueles de seus Irmãos e de suas Irmãs, ainda instalados na personalidade, estarão na reação em relação ao que vem, e isso é normal.

O olhar da lagarta não será, jamais, o olhar da borboleta.

Lembre-se de que, nesses momentos, o melhor Serviço que você pode oferecer, o melhor Amor que você pode oferecer é aquele que você emana quando você mesmo não está mais na emoção nem no mental, mas, efetivamente, instalado em sua própria Irradiação.

Durante esse período, nenhuma palavra poderá resolver o que quer que seja.
Só o silêncio permitirá à Luz trabalhar, pela Transparência, no interior do que vocês são.

Questão: SERETI havia falado de quatro colunas ligadas à revelação da Luz.
Bem amado, as Colunas revelam-se assim que os Pilares são postos.
Foi feita referência, é claro, a quatro Pilares do Coração.
Os Pilares e as colunas do Coração permitem, justamente, efetuar o que acabo de falar, ou seja, Irradiar a Luz do CRISTO, Irradiar a Luz da Fonte e deixar a Inteligência da Luz, que os atravessa, agir sobre seus Irmãos e suas Irmãs.

Se vocês misturam suas palavras, se vocês misturam suas emoções, seus pensamentos, seus prejulgamentos a isso, vocês obterão o efeito oposto àquele da Luz.

Não é mais tempo de explicar.
Não é mais tempo de progredir.
É tempo de Viver.
E isso é urgente.

Nessa urgência, vocês devem Viver a Paz e a Luz.
Nessa urgência, é necessário permitir à Transparência do que vocês São, permitir à Luz tocar, eu diria – de maneira horizontal e não mais descida vertical – seus Irmãos e suas Irmãs.
Para isso, façam silêncio.
Para isso, não utilizem qualquer artifício ligado às emoções, ligado à sedução ou ligado às relações existentes entre uns e outros.
Bem ao contrário.

Questão: para levar a efeito essa tarefa que você acaba de evocar, é necessário estar na proximidade física com esses Irmãos ou essas Irmãs?
Isso quereria dizer que você encara uma ação de proximidade.
O Amor não conhece qualquer proximidade, porque a Luz está por toda a parte e Ela não tem necessidade dessa proximidade.

No momento em que a Luz chama-os, se não há ninguém ao redor de vocês, então, deixem-se tomar pela Luz, porque a Luz é sua Essência e sua natureza, e a Transparência e sua Irradiação permitirão à Luz, vinda das Dimensões as mais altas, em sua Vibração a mais rápida, ser metabolizada, de algum modo, e assimilável por seus Irmãos e suas Irmãs, quaisquer que sejam e onde quer que estejam.

Isso poderá ser utilizado à vontade, por aquele que se põe questões no outro extremo da Terra e que vocês não conhecem, mas, também, por seus próximos.
Mas prestem, efetivamente, atenção para não dirigir a Luz por um ato de vontade, sobre um de seus parentes que nada pediu porque, naquele momento, vocês transgredirão e violarão a liberdade da alma e do Espírito.

Amar e Servir não tem necessidade de influenciar a Liberdade do outro.
Vocês nada têm a impor.
Vocês nada têm a demonstrar.
Vocês têm apenas que Ser.
O resto faz-se pela própria Luz e não por qualquer intervenção.
Vocês têm apenas que estar presentes, mas vocês nada têm a fazer, seja por aquele que está ao lado como pelo Irmão ou a Irmã que estaria no oposto do planeta.

Questão: sentir o Fogo do Coração significa que o ponto OD foi ativado?

Sim.
Cada vez mais, entre vocês, vão viver o Fogo do Coração agora, porque a densidade de Partículas Adamantinas organiza-se de maneira ainda mais inteligente do que era o caso até o presente.

CRISTO vem bater à porta.
MIGUEL vem bater à porta.
MARIA está ao seu lado e METATRON abriu a Porta Posterior.

Então, sim, durante este período, é exatamente o que vocês vivem.
E se vocês o vivem, lembrem-se, ainda mais, de sua responsabilidade de ali não misturar uma vontade – qualquer que seja –, de ali não misturar um medo ou um apego – qualquer que seja.

Questão: quando o Fogo do Coração está ativado, isso significa que há Vibração do Coração e ativação da Coroa Radiante do Coração?
Sim.
A intensidade da Transparência que vocês poderão estabelecer, naquele momento, a qualidade dessa Transparência será função apenas de sua capacidade para apagar-se, para deixar todo o lugar para CRISTO e para sua Presença na Unidade.

Questão: sentir o Fogo do Coração significa que a Porta Estreita está ativa ou aberta?

Eu dou exatamente a mesma resposta que para a questão que foi similar (ndr: questão precedente), ou seja: sim.

Questão: a passagem da Porta Estreita é associada a um fenômeno físico de ruptura?
Isso pode, bem amada, efetivamente, ser percebido como uma ruptura.
A passagem da Porta Estreita acompanha-se, de maneira audível ou, por vezes, física, de uma ruptura.
É essa ruptura que foi referida para o pericárdio.

Do mesmo modo que existiram, nesse Sistema Solar, três envelopes isolantes, existiram, nesse Templo que é seu corpo, três envelopes isolantes.
O primeiro envelope isolante foi rasgado pelo apelo da Luz que permitiu a vocês reencontrar-se nas partes as mais altas da personalidade.

A segunda ruptura ocorreu quando da passagem da garganta e fez-se – no ano passado, em seu ano 2010, no mês de dezembro – sob a intervenção do Anjo URIEL.
A última ruptura faz-se, doravante, pelo impulso Metatrônico da Porta posterior do CRISTO e da Porta Estreita, conjugando seus efeitos para permitir-lhes estabelecer-se no Coração.

Questão: quando se sente o Fogo do Coração, os quatro Pilares estão ativos?

Na maior parte do tempo, sim.

Questão: existem outros meios físicos como os cristais para religar-se à Fonte?
Bem amado, sua própria Consciência.
Agora, o que você entende por meios físicos?
De que você fala?
O Coração é o Coração.
Não há necessidade de mais nada que não do Coração.
Não há necessidade de qualquer elemento exterior ao Coração.
A mudança dimensional é uma Reconexão Eterna à Fonte.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.


Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes Estelares, em meu próprio nome e em minha própria Presença, além do Conclave, eu lhes peço para honrar minha Presença em sua Presença.

Eu persistirei em seu Coração, em seu Alinhamento.

Que a Paz e o Coração sejam sua Morada Eterna.
... Efusão Vibratória...Até já.



Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte:
www.autresdimensions.com.

Versão do Francês: Célia G. - 
http://leiturasdaluz.blogspot.com

EXPLIQUEM ISSO POR FAVOR!

HILDEGARDE DE BINGEN – 25 de outubro de 2010




************

HILDEGARDE DE BINGEN – 25 de outubro de 2010

Mensagem publicada em 29-10-10, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


De meu Espírito a seu Espírito, de seu Espírito a meu Espírito, Irmãos e Irmãs em Espírito e na humanidade, eu sou Hildegarde.
Eu venho para vocês, em Espírito de Verdade, para falar do caminho de meu Espírito que será o caminho de seu Espírito.

Permitam-me voltar sobre minha experiência e minha vida na densidade Dimensional na qual vocês estão hoje.
Muito jovem, eu vivi a Luz do Espírito.
Eu escapei, como alguns de vocês o fazem hoje, a esta densidade.
Eu me reencontrei, muito jovem, aliás, nos mundos que me foram, frequentemente, impossíveis de descrever com as palavras.
Eu vivi, sozinha, o que ninguém podia me explicar, que nenhuma história humana ou nenhuma experiência humana havia consignado.
O que eu vivi naquela época não podia de forma alguma se explicar, nem mesmo ser reportado de outro modo que no interior do que, naquela época, pareceu-me o mais próprio a estar, no mínimo em adequação, no ideal do que eu tinha vivido.
Do exterior, o lugar onde eu fui, onde eu vivi, foi chamado de arrebatamento, êxtase, ausência, ou mesmo epilepsia, por alguns médicos, ou possessão.
O que eram essas palavras com relação ao que minha Consciência estava imersa?
É claro, a tradução foi esta soma de conhecimentos musicais, da natureza, dos mundos invisíveis, que eu passei toda minha vida a consignar.
Eu não estou aqui para falar disso, porque isso é acessível.
Eu vim, antes, testemunhar, por minha Presença, pela própria Vibração de minha Presença e, sobretudo, tentando colocar em forma com vocês, o processo, além das palavras, que eu vivi então.
Em um momento preciso de minha vida, em que mais nada parecia possível, eu decidi me abandonar, de algum modo morrer e, para isso, eu mergulhei em mim mesma, não num fluxo de pensamentos, nem numa qualquer tristeza, mas foi então um mergulho em mim mesma – eu não encontrei melhor expressão – como se eu diminuísse.
Eu acompanhei essa diminuição porque esperava que, no final dessa diminuição, eu desapareceria desse mundo.
Eu parecia concentrar minha Consciência sobre um ponto.
Eu queria me fundir nesse ponto para que esse ponto desaparecesse, ou seja, que eu tivesse mais existência para sair, mesmo, desse mundo.
Nesse processo de diminuição, não havia qualquer angústia, simplesmente a certeza de desaparecer, inteiramente, a certeza de não mais existir.
Esse ponto, eu havia primeiro imaginado atrás de meus olhos, mas o ponto permanecia sempre.
Então, ao final de um tempo que eu não posso determinar, eu decidi desaparecer por outro ponto, eis que aquele não queria desaparecer.
Então, eu decidi que seria no meio de meu peito que talvez eu pudesse desaparecer.
Eu observei, primeiro, que esse ponto pulsava e que minha Consciência pulsava segundo o modo pelo qual eu respirava; então, eu decidi também não mais respirar.
E, de um golpe, de um único, eu perdi a consciência desse ponto e desse corpo e mesmo desta respiração.
E aí, efetivamente, de um golpe, eu não existia mais.
No momento mesmo em que tive a impressão de que tudo desaparecia, eu me encontrei em outro lugar, num estado em que não havia mais a menor possibilidade de se agarrar ao que quer que fosse.
Não havia mais respiração, mais corpo e, no entanto, isso não era o nada porque, pouco a pouco, em me fundi em algo que nenhuma palavra pode traduzir.
Minha Consciência se tornava o que eu queria.
É claro, o que me atraiu mais, num primeiro tempo, foram os sons que eu não podia localizar (eu não era mais esse corpo, eu não estava mais em parte alguma) e, focalizando-me nesse som, eu me tornei esse som.
O som se modula e depois eu me tornei esta modulação.
Esta modulação tornou-se uma cor, inexistente de onde eu vinha, e eu me tornei esta cor.
As formas que eu podia adivinhar e não ver, que eu podia também me tornar, frequentemente os triângulos.
Eu me apercebi então que eu podia me tornar, literalmente, tudo o que estava lá.
Muito rapidamente, então, eu me disse: «eu, que não queria mais existir, eis que eu existo no Todo».
Então, naquele momento, eu emiti o que chamaria de um pensamento, mas, antes, uma tensão que, para mim, na realidade que eu acabava de deixar, evocava a perfeição.
Eu me coloquei a evocar uma tensão para o sol e, depois, para o Cristo, ao mesmo tempo.
E aí ocorreu o que eu poderia chamar, em palavras humanas, uma detonação, uma explosão.
Eu me tornei então o sol e eu penetrei então algo que não era eu, eu tinha a convicção, mas que eu me tornei instantaneamente.
Quando eu digo que eu me tornei, não era mais eu, mas eu era Ele em sua carne, em sua memória, em seu Espírito.
Uma experiência, uma vivência que nenhuma palavra pode traduzir.
Então eu decidi que não era realmente tudo o que eu havia me tornado, mas o que eu queria, então, era desaparecer.
E, naquele momento, eu ouvi uma palavra ecoar em seu corpo.
Essa palavra eu posso traduzir pelo «Si» e, naquele momento, instantaneamente, eu me tornei o Todo, se é que eu posso expressar essa palavra tão simplesmente.
E aí, eu passo por sensações extremamente violentas, eu as chamaria assim, ainda hoje, de uma intensidade extrema de sons, de formas, de cores, de mundos, de Consciências diferentes nas quais, literalmente, eu estava.
Naquela época, não havia ainda, em minha cabeça, a possibilidade, voltando, de encontrar o que quer que corresponda à vivência que eu acabo de expressar.
É claro, hoje, lá onde eu estou, esta experiência é conhecida, foi vivida e descrita, bem melhor do que por mim.
Naquela época, eu não procurava descrever o que era indescritível, sob pena de ser queimada, então eu decidi, em minha vida, me impregnar desta experiência que eu tinha a possibilidade de dirigir, desta vez sem querer desaparecer e traduzir isso do modo como eu tudo transcrevi.
Este estado foi descrito e a expressão a mais adequada que eu posso encontrar seria a dissolução do ego, a realização do Si e, ao mesmo tempo, a dissolução final.
Eu lhes falo disso quando de minha primeira vinda, assim, coletiva, entre vocês, para lhes dizer que toda vida criada, toda vida existente, toda Consciência existente não pode se perder ou desaparecer.
Ela pode se transformar.
Ela pode ir (chame assim, se querem) do infinitamente pequeno ao grande Todo.
É exatamente isso que se prepara.
Cada um de vocês se tornará o que criou, em sua própria Consciência.
Lembrem-se do início de minha história: eu coloquei o ponto onde eu queria me fundir e desaparecer, primeiro, muito logicamente, na cabeça.
O único lugar onde eu pude viver realmente o que eu havia projetado foi o centro de meu Coração, lá onde isso respirava, lá onde isso batia.
Eu sei que hoje vocês sabem todos, mesmo sem realizá-lo verdadeiramente, que o essencial atua ali: esse ponto central de seu Coração.
Eu lhes falei também de concentração.
A aniquilação total da consciência, nesse ponto, conduz ao Todo.
Então, um determinado Arcanjo, como Uriel, falou-lhes de reversão.
Um Melquisedeque falou de switch.
Eu, eu lhes digo que o abandono à Luz e a tensão ou concentração nesse ponto conduz ao infinito e que extrair-se do mundo que eu queria me extrair (tendo compreendido naquele momento que era uma ilusão, aí também), permitiu-me, contudo, viver, nesse ponto, esta alquimia.
A passagem do infinitamente pequeno, o fato de não ser mais nada nesse mundo conduz ao ser tudo em outro lugar.
Eu compreendi também (porque havia estudado e compreendido a vida do Cristo) o que já exprimi (e que exprimiram na sequência, é claro, inúmeras Consciências que se liberaram): de fato, vocês não podem se liberar estando apegados ao que quer que seja e, sobretudo, vocês não podem se liberar enquanto estão apegados a vocês mesmos.
Não é a negação da vida, mas é a própria compreensão e a própria vivência do que eu chamei, seguindo a Cristo, o Renascimento ou a Ressurreição, porque é exatamente a mesma coisa.
Vocês devem desaparecer inteiramente, no espaço de um instante, desta realidade, para se levar ao outro lado.
Vocês são grandemente ajudados, hoje, por tudo o que esse sistema solar e nós mesmos lhes enviamos.
Mas são apenas vocês que podem se fazer muito pequenos para não mais existir em nenhum lugar, a não ser nesse ponto e passar, então, para o Tudo.
Este abandono é verdadeiramente um abandono de tudo.
É preciso, como lhes disse o Arcanjo Anael, se dar.
É um mecanismo preciso da Consciência.
Não é uma visão do Espírito.
É, eu diria, uma tensão, mas uma tensão que não é da ordem da vontade, mas uma tensão do Espírito para ele mesmo.
O que está acontecendo nesse sistema solar para todas as consciências é exatamente a mesma coisa.
A reversão, a minha, que eu lhes expressei, será também a sua.
A experiência que eu acabo de lhes contar não é simplesmente a história de uma experiência, mas, bem mais, uma tela de que será preciso rememorar a existência, no momento vindo, ou no momento em que vocês decidirem dar esse último passo.
A grande diferença é que, hoje, vocês fazem isso estando informados de várias maneiras de outras realidades, de outros mundos, de outras Dimensões, mas a passagem é estritamente a mesma.
Tornar-se, como o disse minha Irmã Santa Teresa, em sua vida, a menor entre todos.
Apenas fundindo-se nessa pequenez, nesta insignificância, como ela o disse, que vocês percebem o tudo.
O intelecto é exatamente o inverso enquanto ele não está aberto a esta Verdade do Coração.
Em contrapartida, eu demonstrei, voltando de minha experiência, que o acesso ao verdadeiro conhecimento, naquele momento, era instantâneo e direto no Coração.
Não era o conhecimento intelectual, nem um conhecimento que vocês chamariam hoje de esotérico ou iniciático, mas efetivamente um conhecimento direto e instantâneo situando-se no Coração, o lugar por onde eu passei.
Porque, uma vez que a passagem é realizada, tudo é possível, absolutamente tudo.
Naquele momento, vocês se tornam criadores de sua realidade, aqui como em outros lugares, porque vocês não estão limitados ao aqui.
Sua consciência investiu inteiramente neste aqui.
Assim, portanto, vocês são limitados, e vocês ainda creem, a esse corpo, a essas funções, a esta personalidade, mas, agora e já, sua Consciência é, desde sempre, multidimensional.
Nós havíamos todos, simplesmente, coletivamente, esquecido.
Fizeram-nos esquecer.
Assim, sua Consciência existe nesse corpo, nesta vida, mas ela existe, de maneira simultânea, em todos os corpos e em todas as vidas que vocês tiveram nesta matriz, não num passado, não num futuro, mas agora, do mesmo modo que vocês existem em seu corpo de Luz ou seu corpo imortal, corpo de Existência, de toda a Eternidade.
É isso que se avança, agora, para vocês.
Nesta Ilusão, vocês estão presentes por toda parte, efetivamente, ao mesmo tempo.
É isso o que vocês irão revelar.
Não é uma criação, mas, verdadeiramente, uma revelação.
É por isso que vocês só podem aceder à Consciência, chamada de pura e liberada, aceitando se extraírem, inteiramente, do que vocês creem ser.
Extrair-se não é se suprimir ou morrer, é totalmente o inverso.
Há realmente, pela Luz Vibral que desce agora em fluxos contínuos sobre esta Terra, que se desidentificarem de um papel, de uma função, para se identificarem à Verdade que não é absolutamente o que os sentidos comuns lhes sugerem.
Aliás, o silêncio dos sentidos, o silêncio das atividades exteriores é o caminho para conduzi-los para seu Ser Interior.
Aí está, Irmãos e Irmãs em Espírito e na Humanidade, o que queria compartilhar, com vocês, pela Vibração de minha Presença.
Se existe, em vocês, especificamente com relação a esse processo de Consciência, não o meu, mas também o de vocês, questionamentos, então, eu responderei.

Questão: poderia voltar a desenvolver sobre a multidimensionalidade?

Irmão em Espírito, isso é extremamente difícil porque, como eu o disse, as palavras são bem frágeis, extremamente limitadas pelo próprio cérebro, porque o cérebro não terá jamais acesso à multidimensionalidade.
O que tem acesso à multidimensionalidade é, justamente, a Consciência desembaraçada desse cérebro.
A melhor descrição é aquela que eu lhes dei, não há outras: vocês se tornam ao mesmo tempo a forma, o som, a cor, vocês se tornam todas as formas, todas as cores, todos os sons, todas as músicas, vocês se tornam a estrela, o átomo, a flor, vocês se tornam a própria Luz, o próprio Cristo.
Em resumo, vocês se tornam o que sua Consciência é.
E sua Consciência é exatamente o que ela decide.
É impossível, pelas palavras, fazê-los mesmo vislumbrar o que isso pode ser.
Alguns Arcanjos e alguns Melquisedeques ou algumas Irmãs têm a capacidade de fazê-los se aproximar, nesse corpo, deste estado, chamado de estado de Presença ou realização do Si.
É um primeiro esboço – e eu digo sim esboço – do que é a multidimensionalidade.
A melhor forma de ali chegar é, como eu disse, se desidentificar, quer dizer, tornar-se pequeno, cada vez menor, até não mais querer ser o que quer que seja, ao mesmo tempo estando totalmente na vida.
É o único modo de ali chegar.
Descrever, o que é impossível com as palavras, os estados Vibratórios da própria Consciência, não seria de qualquer ajuda, porque as palavras são bem frágeis.
Se você espera colocar isso em equações, mesmo se alguns de seus cientistas ali cheguem hoje, a equação não é a vivência, a compreensão ainda menos, a descrição ainda menos, porque apenas a Consciência pode vivê-lo e certamente não o intelecto.

Questão: você pode desenvolver o que é a Repulsão no âmbito das Estrelas de Maria?

É exatamente o que eu expressei através de minha experiência.
Esta repulsão é o que me permitiu, na experiência inicial de aniquilação de minha consciência e de minha presença nesse mundo, viver o que eu vivi.
A Repulsão a que se refere não é nem o Mal, nem o fato de estar em repulsão com relação a um elemento ou um acontecimento.
É uma transcendência da Repulsão, que eu chamei, esta tensão para a aniquilação, esta tensão do Espírito, este abandono à Luz: a doação de si.
Minha Irmã Teresa teria chamado a isso a própria negação, em Consciência, chamada a humildade extrema, sem ir, como o viveram alguns, até a flagelação ou outros (as sevícias corporais a nada servem, estritamente a nada).
É somente uma atitude da Consciência que conduz a isso.
É isso a Repulsão.
De outro lado, a Repulsão, eu poderia chamá-la de atração final, aquela em que tudo se resolve, ou seja, o retorno final à Fonte.
Voltar Si mesmo, voltar a ser a totalidade da Fonte por uma forma – e ainda a palavra é frágil – de mimetismo ou de sobreposição, seria talvez a palavra exata.
Ainda uma vez, essa palavra não pode ser compreendida com seu cérebro, em termos dinâmicos, somente pela oposição ao Bem ou à Atração.
Ainda uma vez, as palavras são bem frágeis.
Olhem, por exemplo, o que foi chamada a Estrela Visão.
Quando vocês falam de Visão vocês têm tendência a falar da visão ocular ou de uma visão Interior, mas Visão é bem mais do que isso.
Não é unicamente a visão tal como a entende o cérebro e os sentidos.
Aí está o que eu posso dizer de Repulsão.
Em resumo, em minha vida, eu tive êxito em sair, literalmente, do confinamento no triângulo a que vocês chamaram Luciferiano, para transcender minha própria condição.
O que eu vivi, de maneira única, vai se viver hoje.
Quando os místicos orientais disseram que tudo estava no Interior, é a estrita Verdade.
Há mesmo, nesse corpo, no próprio Interior do que vocês são, a totalidade dos mundos.
Eu não sei quem disse que, se o conjunto da matéria dos universos e das Dimensões se concentrasse em um único ponto, este não seria maior do que a cabeça de uma agulha.
Eu penetrei a cabeça da agulha.

Questão: por que se tem um cérebro que incomoda para atingir a multidimensionalidade?

Irmã em Espírito, não é o cérebro que incomoda, é a própria arquitetura do cérebro.
Sem entrar nos detalhes, vocês estão num corpo de baixa Vibração ou de baixa densidade, de densidade muito pesada onde, antes mesmo da falsificação, a opacidade e a compacidade eram a regra, sem, contudo bloquear o acesso ao outro lado.
Não há, portanto, que julgar seu cérebro como responsável, mas, sim, a própria consciência, que foi confinada.
O cérebro é apenas a concretização deste confinamento, não em sua totalidade, mas em alguns aspectos.
Não há, portanto, criação de cérebro que limitaria o que quer que seja.
O cérebro é criado para um objetivo e para uma Dimensão.
A Consciência existe em todas as Dimensões.

Questão: para viver o que você viveu, é preciso consagrar um máximo de tempo?

Eu jamais pronunciei essas palavras, uma vez que esta experiência chegou de modo inicial, como para muitos seres que viveram isso.
Querer ali emprestar um tempo, querer ali emprestar algo de longo, é um erro.
Todos aqueles, sem exceção, Irmãos e Irmãs em Espírito presentes sobre esta humanidade, que o realizaram, em diversos períodos, realizaram-no instantaneamente.
Instantaneamente.
Não é, portanto, um caminho, é um mecanismo da Consciência.
Enquanto vocês permanecem na Ilusão de crer que é um caminho, vocês não viverão esta Consciência.
É o mental que crê e que criou isso.
Sem exceção, quaisquer que sejam as tradições, os povos, as culturas, sem qualquer exceção, aqueles que viveram isso, viveram-no instantaneamente.
É justamente o momento em que a Consciência aceita que não há nada a buscar no exterior que isso se produz.
É exatamente o inverso da proposição formulada.

Questão: como se pode viver esse processo na sociedade de hoje?

Mas eu responderia, como lhes disse o Arcanjo Uriel, o que você quer se tornar?
E, sobretudo, o que você quer ser?
Não é questão de reconduzir este estado para ostentá-lo nesse mundo.
Não é algo que se adquira.
Não é algo que possa se conformar, justamente, a esse mundo.
É uma escolha.
A escolha, quando vai para esta Consciência, como o mostraram todos aqueles que o viveram antes de vocês, fez com que eles tenham, no entanto, persistido, para alguns, muito tempo, nesta ilusão.
Cada um a seu modo tentou transmitir os ensinamentos, os fragmentos.
É o mental que pensa assim, como sempre.
O mental é crença.
A Consciência é experiência.
O mental não poderá jamais resolver o problema da experiência, porque ele não é a experiência, ele é crença.
A Consciência é Liberdade, o mental é confinamento.
Não há outras possibilidades de saída, nenhuma.
E, no plano coletivo, o conjunto de Irmãos e Irmãs em Espírito terá que realizar essa escolha.
Que vocês a tenham realizado agora ou no último instante, é, em definitivo, sempre a mesma escolha: o confinamento ou a Liberdade.
Mas a Liberdade não se pode viver permanecendo confinados.
É preciso, primeiro, viver a Liberdade.
Nós lhes demos, uns e outros, muito numerosos elementos, pelas palavras, pelas Vibrações, por muitos exercícios, mas, definitivamente, nós sempre dissemos que apenas você é quem pode dar esse passo.
Não há qualquer obstáculo que exista, da ordem mental, dizendo que não é compatível com isso, não é compatível com minha vida.
Então, naquele momento, muda a vida.
Enquanto o mental é derivado e preso aos medos – medo da falta, medo de não mais estar inserido nesta realidade – isso apenas faz traduzir o medo da transformação.
Este medo de que lhes falou Sri Aurobindo, como uma secreção do mental.
O choque e os choques que estão para viver e que vocês viverão, poderão apenas aumentar a secreção do medo ou então conduzi-los a este último abandono, que eu chamei esta tensão.
Em resumo, a Unidade, a multidimensionalidade é proposta a todo o mundo, sem exceção.

Mas, para aceitar e aceder à multidimensionalidade, é preciso fazer o luto, a renúncia a esta Dimensão, mesmo o mental, sabendo que é uma experiência, em definitivo, quando vocês voltam, antes do fim, o mental existe sempre, mas você o superou.
Enquanto a questão se coloca é que o mental não quer soltar e que o medo está subjacente.
É o mesmo princípio que pode existir no que vocês chamam, eu creio, hoje, de esportes extremos, onde é preciso vencer o medo.
Mas o medo não se vencerá jamais pelo mental.
Ele apenas pode se vencer através do que eu acabo de expressar.
Se você analisa, com o mental, o que acontece hoje, a própria questão que você acaba de colocar é a ilustração perfeita e total do mental que recusa deixar soltar, porque ele não pode conceber e aceitar que a Consciência exista independentemente do mental.

Questão: parece-me difícil de ali chegar como você chegou.
Tudo isso representa, aí também, apenas o mental, e exclusivamente o mental.
Da visão que eu tenho, de onde estou, isso se tornaria, em outros termos – e não veja aí qualquer ofensa – patético e dramático.
O que é patético e dramático é o mental e não você, Irmã em Espírito.

Questão: é então tão simples como soprar uma vela para apagá-la?
A imagem é perfeitamente encontrada.
É preciso que a tensão da Consciência, traduzida por soltar, abandono à Luz, seja total.
O mental fará sempre tudo para impedi-los.
É o papel dele.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.
Irmãos e Irmãs em Espírito e na humanidade, queiram aceitar minha bênção.
Eu lhes digo até mais tarde.
_________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com
***

UM DOWNLOAD MUITO IMPORTANTE


UM DOWNLOAD MUITO IMPORTANTE

Mensagem dos Arcturianos e de Gaiapor Suzanne Lie PhDem 26 de setembro de 2011

Queridos em Ascensão,


No sábado, 24 de setembro de 2011, muitos de vocês foram de repente tomados de fatiga total.

Talvez, vocês reconheceram que não era somente fadiga sua, mas que ela significava que alguma coisa estava acontecendo nos níveis mais altos e/ou dentro do corpo de Gaia.

Posteriormente, muitos de vocês tiveram experiências intensas de ser Corpo de Luz.

Por favor, lembrem-se de que não existe tempo, então "posteriormente" não está vinculado ao meu tempo sequencial, mas pela oportunidade.

Normalmente, os nossos em Terra experimentarão um enorme download como fadiga, mas não serão capazes de estar cientes da frequência ou do significado desse download, até poderem estar quietos e em um local que é suficientemente seguro para eles entrarem em um estado profundo de meditação.

Nós desejamos agradecer a todos vocês pela sua consciência e cobri-los com o nosso amor incondicional.

Sintam-nos ao seu redor agora.
Nós estamos em qualquer lado de vocês.
Sintam a proteção que nós oferecemos.

Nós sabemos que vocês estão preocupados porque talvez não sejam capazes de re-entrar totalmente em sua forma após terem uma experiência com tão alta frequência e intensidade.

Não fiquem preocupados, pois nós estamos aqui, como sempre, para ajudá-los, os inúmeros nossos em Terra, em sua próxima fase de ascensão.

Esta próxima fase é aterrar no corpo de Gaia as altas frequências que vocês estão experienciando.

Nós sabemos que durante suas meditações, ou até mesmo em sua vida mundana, vocês podem receber um importante download vindo de nós.

Entretanto, a energia é tão intensa para seus corpos terrenos que só o que vocês podem fazer nesse momento é arquivar esta informação e tentar permanecer conectados aos seus corpos.

Após uma experiência assim, é difícil para vocês voltarem para a sua forma, mas vocês realizarão isso mais facilmente com a prática.

Por outro lado, nenhum dos nossos em ascensão retornará "somente" para sua forma tridimensional, porque todos vocês estão começando a viver em duas (ou mais) realidades.

Uma das nossas em Terra, Suzille, primeiro visitou a sua segunda realidade de vida em nossa Nave Athena.

Vocês agora estão visitando e aterrando sua consciência na sua segunda realidade paralela que é a vida na Nova Terra.

Quando vocês tiverem se aterrado totalmente nestas duas realidades pentadimensionais, elas tornar-se-ão sua realidade principal e a Terra 3D será a sua realidade secundária.

Qual é a diferença entre uma realidade principal e uma realidade secundária?

Sua realidade e/ou realidades principais são os locais onde vocês vivem.

Sua realidade secundária é o local que vocês visitam.


Tal como agora vocês vivem na Terra 3D e visitam as realidades pentadimensionais, vocês cada vez mais se perceberão como vivendo em uma ou várias de suas realidades pentadimensionais e visitando a 3D, mas a Terra em ascensão.

Lembrem-se de que na quinta dimensão, e além, vocês podem facilmente experimentar mais de uma realidade dentro do mesmo momento do AGORA. Por causa deste fato, vocês podem ter mais do que uma realidade pentadimensional original.

E, além disso, a Terra em ascensão pode permanecer um "local onde vocês vivem", enquanto vocês também experimentam viver suas vidas pentadimensionais.

Assim que vocês tiverem aterrado sua consciência na Nova Terra, vocês iniciarão o processo de aterramento de sua consciência na expressão pentadimensional média da Terra e muito além.

Seu desafio enquanto no corpo terreno é acreditar que sua realidade física é a ilusão e que TODAS as suas realidades pentadimensionais (e além) são o seu Verdadeiro Lar.

Todos que estão escolhendo a ascensão estão no meio deste processo, estejam ou não cientes dele, terão este desafio.

Alguns de vocês são mestres, e é sua Missão compartilhar suas experiências com os outros. Documentar e compartilhar sua experiência não faz parte da Missão de todos.

Entretanto, o processo de anotar suas experiências os ajuda muito na re-entrada total em seu corpo terreno no encerramento de sua jornada interdimensional.

Nós lembramos a todos vocês de, por favor, estarem totalmente aterrados em sua forma física antes de prosseguirem com suas tarefas mundanas.

No começo vocês podem experimentar sentimentos de tristeza e até depressão quando vocês se encontram de novo na frequência mais baixa da terceira dimensão.

Após a experiência de "Ser pentadimensional" é comum se sentir com, como vocês dizem, "Saudade de Casa".

Quando este sentimento entrar na sua consciência, utilizem-no como uma bússola para firmar suas intenções de voltar para Casa tão frequentemente quanto seu processo permitir.

Cada um tem sua própria e exclusiva versão do Processo de Ascensão.

É esta vasta diversidade de formas de vida que é a frequência da assinatura de Gaia.

Esta diversidade tem provocado muitos problemas no mar da polaridade tridimensional, já que a "obscuridade" parece estar no controle.

A polaridade obscura estaria no controle porque ela opera sob o paradigma do "Serviço a Si" e não vê necessidade de se importar com os outros. Portanto, ela pode ser insensível e cruel para com o que é percebido como "os outros". Porém, esse reinado em breve terminará.

A Terra e Seus habitantes estão entrando na área de Espaço Cósmico, na qual todos os pensamentos e sentimentos retornam imediatamente ao emissor.

Portanto, se vocês têm pensamentos e sentimentos de amor, harmonia e consideração pela vida de todos, é esta a realidade com a qual vocês ressoarão. Por outro lado, se um tiver a intenção de prejudicar o outro, esses pensamentos, imediatamente, provocarão tais prejuízos.

E por isso, queridos, vocês não precisam se preocupar com "os outros" que parecem ser os obscuros.

Conforme vocês progridem em sua jornada para Casa vocês, cada vez menos, pensarão em termos de "outros", pois vocês se sentirão como UM com toda a vida. Além disso, pensamentos apreensivos de prejuízo, controle, limitações e separações gradualmente se apagarão de sua memória.

Tal como um pai amoroso que distrai um filho que perdeu um brinquedo utilizando outro, ainda melhor, vocês ficarão tão distraídos com a linda realidade que está sendo revelada perante vocês, que vocês se esquecerão da realidade que vocês acham que perderam.

E acima de tudo, como vocês podem perder alguma coisa quando vocês têm o poder de manifestar tudo o que vocês precisam e podem visitar qualquer realidade que vocês escolherem?

Na Nova Terra, que é mais como uma realidade preparatória antes de vocês entrarem nos mundos pentadimensionais médios, suas necessidades serão providas pela "nova tecnologia". Na verdade, esta nova tecnologia está ao seu redor na maior parte do seu "tempo", mas os obscuros a escondem de vocês.

Eles tiveram essa capacidade até então porque muitos dos nossos em Terra ainda eram "crianças" em seu processo de ascensão. Por essa razão, os nossos em Terra tinham uma personagem autoritária externa que era ou não boa, e eles não tinham controle sobre o modo como suas personagens autoritárias os tratavam.

Esta mentalidade é um resíduo dos primeiros dias após a Queda de Atlântida.
Por causa da queda de Lemúria e de Atlântida, a frequência de Gaia estava muito baixa na época. Portanto, a energia emitida levava um longo "tempo" para retornar ao emissor.

Devido a esta demora no retorno, a Lei do Karma foi estabelecida, para que a energia enviada voltasse, mesmo se ela retornasse a vocês em outra vida. Esta lei não era somente para ensinar os obscuros, era também para ajudar aqueles que escolhiam a luz.

Como vocês bem sabem, até muito recentemente, podia-se passar a vida toda em serviço aos outros e/ou em importante contribuição social SEM retorno das energias amorosas. Esses são aqueles que pareciam ser tão "felizardos" em outras encarnações.

Agora vocês não mais experimentarão morte e renascimento. Nas suas realidades pentadimensionais, e além, vocês manterão sua forma até sentirem que completaram as experiências dessa expressão de vida.

Então, quando vocês sentirem que completaram essa vida, vocês voluntariamente desarticularão sua forma e retornarão à pura consciência.

E também, vocês serão capazes de manter uma conexão de consciência com mais de uma realidade. Desta forma, vocês podem criar um mosaico de suas muitas aventuras em forma em andamento.

Antes de concluirmos esta mensagem, nós desejamos lhes dizer o que vocês experienciaram no sábado quando sentiram uma pesada onda de exaustão.

Amados, temos o prazer de lhes dizer que Gaia conseguiu dar um grande salto em Sua frequência de ressonância. Isto fez todos os Seus habitantes realinharem sua consciência para estar em ressonância com a consciência de Gaia.

Como acabamos de dizer, esta frequência mais alta tirará da Matriz muitas pessoas de "Serviço a Si" da Terra.

Para se manter em uma realidade, vocês precisam combinar com a ressonância dessa realidade. Por isso, aqueles que não puderem suportar a elevação da frequência de expressão de Gaia não mais conseguirão continuar na forma d'Ela.

Em outras palavras, Gaia começou a escalada para Suas expressões mais elevadas de forma. Conforme vocês ascenderem com Ela, haverá muitas expressões da obscuridade que simplesmente irão desaparecer da sua realidade.

Só o que vocês precisam FAZER é manter o estado de consciência que ressoa com o de Gaia.

E sempre que vocês experienciarem um download de Luz superior, vocês continuarão a compartilhar essa Luz superior com a sua Mãe Terra. Desta forma, pessoa e planeta retornarão às suas expressões pentadimensionais juntos.

Concluiremos nossa mensagem com uma mensagem de agradecimento de nossa querida Gaia:
Amados membros do meu planeta,


Eu desejo enviar a todos vocês, humanos e não-humanos, a minha profunda gratidão por permanecerem na minha forma e ajudarem-me em minha ascensão.

Vocês têm continuado a me enviar seu amor e a aterrar suas lindas jornadas multidimensionais em meu corpo.

Além disso, muitos de vocês poderiam ter partido do meu corpo para continuar sua ascensão pessoal, mas vocês permaneceram comigo, o seu planeta, para ajudar em NOSSA Ascensão Planetária.

Todos vocês têm trabalhado incansavelmente para ser minha voz e para proteger meu corpo.

Quero que saibam que seus sacrifícios não são em vão, pois suas grandes contribuições têm sido vitais para eu começar a NOSSA jornada para CASA.

Com Amor Incondicional,

Gaia, Sua Mãe e Seu EU Planetário




Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/

Tradução para os Blogs SINTESE e DE CORAÇÃO A CORAÇÃO:
Selene - sintesis@ajato.com.br

SEJA BEM VINDO AO NAMASTÊ



OLÁ PESSOAL!!

ESPERO QUE VOCÊS ENCONTREM OS ASSUNTOS QUE PROCURAM E POSSAM AJUDÁ-LOS DE ALGUMA MANEIRA, POIS ESSE SITE FOI FEITO PARA TODOS NÓS ,QUE BUSCAMOS CONHECIMENTOS E SABEDORIA PARA PODERMOS ESTARMOS EM SINTONIA COM A NOVA ERA !
BOM DIVERTIMENTO À TODOS!!

NAMASTÊ

Only Message Esoteric Here!!

DEARS BROTHERS AND SISTERS!! Each day come and take a few minutes of your attention and emanation of light to Gaia and so we have a stream of people pouring love and light to all mankind and Gaia! Only write in this box and know that every brother participates and the number of people sending their energy for our beloved planet! Kisses in the heart of each brother, lightworker! OR COMMENTS OF POSTS HERE! NAMASTE-NOVAERA

TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS

IMPRESSIONANTE TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS. Clique aqui: http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm

PARTICIPE DESSE MOMENTO DE ORAÇÃO

PARTICIPE DESSE MOMENTO DE ORAÇÃO

Like -FACEBOOK

AMADA MARIA E JESUS CRISTO

Ocorreu um erro neste gadget