RETORNO

AMADOS! DEPOIS DE UMA PARADA ,RETORNAMOS REVIGORADOS E CADA VEZ MAIS CERTOS EM CONTINUARMOS NOSSA APRENDIZAGEM.NESSE PERÍODO SOMENTE FORAM POSTADOS MENSAGENS EM NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK,NA QUAL PARTILHAMOS ASSUNTOS TÃO RELEVANTES NESSE MOMENTO DE TRANSIÇÃO!VAMOS EM FRENTE QUERIDOS EM NOSSA CAMINHADA COM AMOR ,LUZ,FÉ E DEUS EM NOSSOS CORAÇÕES! NAMASTE

sábado, 13 de agosto de 2011

*OMRAAM (Aïvanhov)* - 7 de agosto de 2011 - AutresDimensions


E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.
Eu lhes transmito todas as minhas bênçãos, todo o meu Amor e estou pronto para responder a vocês.

Questão: quantos seres humanos vão aceder à Unidade?
Então, o que é que você chama aceder à Unidade?
Nós sempre dissemos que a Terra seria Liberada, inteiramente.
Mas não se pode forçar uma consciência a ir para a Unidade, se ela não quer ir para a Unidade, não é?
Mas ela será, de qualquer modo, Liberada.
Isso quer dizer o quê?
Isso quer dizer que, em definitivo, vocês são todos Liberados.
Mas vocês não vão, todos, ao mesmo lugar.
Existem diferentes formas de Liberação.
A Liberação que quer manter a alma: naquele momento, isso quer dizer direção da 3ª Dimensão Unificada, na qual não há mais qualquer ruptura.

A Verdadeira Unidade corresponde, para vocês, o acesso à Multidimensionalidade, ou seja, não mais estar fixo pela alma, mesmo religada ao Espírito, num corpo carbonado.

Mas a totalidade de humanidade é Liberada, na medida em que a 3ª Dimensão Dissociada não existirá mais.
Era necessário um limiar, isso eu já disse desde muito tempo, não é? (desde cinco ou seis anos), que era preciso chegar a um limiar de seres que, como dizer..., seriam abertos ao nível das Coroas Radiantes, ou seja, os Chamados.
Esse limiar foi atingido, vocês sabem, desde o ano passado, desde o mês de setembro.
E, assim, tudo deve desenrolar-se com mais facilidade do que teria sido de outro modo.

Questão: há uma relação entre os Atalhos e a árvore Sefirótica?
Há uma ressonância, digamos.
Falou-se, aliás, de um dos Triângulos, o primeiro Triângulo do peito, que é constituído entre Tipheret, o patamar do Ardor e da Justiça, não é?
Do mesmo modo que vocês têm um Triângulo inscrito entre os Pontos, que nós nomeamos ATRAÇÃO, VISÃO e o períneo.
Mas, bom, é uma *analogia, é uma sobreposição.

Nós também falamos do triângulo Luciferiano e sua Reversão, que faz com que Kether venha colocar-se no lugar que ele jamais deveria ter deixado.
Vocês sabem que a garganta, na Cabala, isso se chama Dahat, ou seja, a Sephira invisível.
Mas é uma Sephira invisível, fantasma, simplesmente porque Yaldebaoth inverteu a Sephirot, e ela estava colocada ao alto.
Mas é uma analogia.
Não se pode dizer, por exemplo, que Hod e Netzach são tipicamente o que se chama ATRAÇÃO e REPULSÃO, é outra coisa também.

Uma Sephira é uma emanação que está presente nos diferentes mundos que há na Cabala, ou seja, os mundos de emanação, ou seja, os mundos Briáticos, os palácios de Assiah, as moradas de Atziluth etc.
Mas isso não tem relação.

As portas de que falamos são Portais de ancoragem da Consciência Unificada, que constituem a reconstituição, de algum modo, do Corpo de Ressurreição e do Corpo de Existência.
Não é, verdadeiramente, a mesma coisa.
Mesmo se existam, efetivamente, ressonâncias de projeção, localmente.
Pode-se, por exemplo, ver que há uma analogia* entre os Pontos OD, o Arcanjo MIGUEL e Tipheret, mas isso para aí.

Questão: as doze Portas podem representar, Vibratoriamente, os pontos de acesso às nossas Linhagens?
Não.
Vocês têm quatro Portas que correspondem às Linhagens, e unicamente quatro.
Que são quais?
O Ponto AL, o Ponto OD, o Ponto IM e o Ponto IS.
É HIC e NUNC, se preferem, é tudo.
Questão: há uma relação com as doze Portas de Yerushalaïm?
Mas são as doze Portas de Yerushalaïm.
Poder-se-ia, efetivamente, ir muito mais longe.
Mas a descrição, estritamente, nada avançaria.
O que é importante é a Vibração e viver a Vibração.
As explicações o afastariam da Vibração.
Além disso, não são as mesmas Vibrações cristalinas que foram dadas.
Nos textos de São João (ou em outras referências da Bíblia) há uma descrição da Jerusalém Celeste e das Portas.
A cada vez, ali são atribuídos cores e cristais que foram vistos, entre aspas.

Mas atenção!
A Vibração que foi vivida era numa língua que nada tem a ver com a língua de hoje.
Portanto, as traduções interpretaram diferentemente as Vibrações dos cristais.

Mas para que serve conhecer tudo isso intelectualmente?

O Conhecimento Vibratório determina-se e revela-se por si, pela Vibração, não pela explicação.
A denominação é importante.
Passamos das Estrelas, ao nível da cabeça, para uma Porta.
Uma Porta, o que ela faz?
Ela está entre dois espaços, não é?
Ela abre e ela fecha, mas ela permite cruzar algo.
É nesse sentido que é importante.

Assim como os Atalhos podem, efetivamente, ter uma analogia como se disse, por exemplo, com a árvore da Cabala, ou seja, os Sineroth.
Mas isso para aí.
Há vinte e dois Sineroth, que correspondem aos arcanos do tarô, às letras hebraicas e às Vibrações das letras hebraicas.
Em contrapartida, ao nível dos Atalhos, há menos.
Eles correspondem às arestas do Cubo Metatrônico.
Mas poder-se-ia discorrer durante horas.
Então, é muito interessante para o mental, mas isso não dá a Vibração.

Nós tentamos ser o mais claro possível, no que lhes deram UM AMIGO, SRI AUROBINDO e outros, e IRMÃO K, sobretudo porque é importante compreender algumas engrenagens que existem no corpo.
Mas isso não substitui a Vibração.
Simplesmente, nós estimamos que, dando-lhes elementos e nomeando a Porta do fígado (Lúcifer) e a Porta do baço (Ahriman), nós tínhamos elementos para permitir-lhes, em toda Consciência, superar algumas coisas.
Mas era bem além da simples compreensão intelectual porque, se vocês permanecem, simplesmente, a dizer: o fígado é Lúcifer, é Prometeu, é a Visão etc., para que isso serve?
Mas era para ilustrar a Reversão que se produz, uma vez que a alma não nutre mais a personalidade, mas vai nutrir o Espírito.
Não se esqueçam, e isso foi dito, que o mental é o que mente para AL, ou seja, o que mente para a alma.

Em resumo, e dito ao meu modo, vocês estão numa projeção, ou seja, em algo que não existe.
Vocês estão se olhando a si mesmos, nesse corpo, nessa personalidade.
Mas, quando você penetram a Consciência da Unidade, vocês são infinitos, e, portanto, vocês saem da Ilusão.
Mas, enquanto vocês não têm a Consciência de que é uma Ilusão, se é, simplesmente, uma concepção mental, isso não basta para dali sair.
É a Vibração da própria Consciência, é a experiência da Consciência que passa de um estado ao outro, que realiza o processo.
Não é o conhecimento exterior.
Jamais.

Questão: dores que perduram podem ser um freio para o acesso à Existência?
Não, nada pode representar um freio.

Eu diria mesmo, sem fazer dolorismo que, em alguns casos, a dor pode ser, justamente, o que vai frear as pequenas bicicletas (ndr: as pequenas bicicletas evocam o mental) porque, quando o mental está ocupado a tratar da dor, porque tem dodói, ele não pode mais intervir em outros lugares e a Luz aproveita-se disso para passar na suavidade.

Questão: METATRON utilizou o termo Elohim, como Chave Vibratória. Por quê?
Elohim, se querem, é a Vibração dos Elohim que chegaram Livres, no sacrifício de sua entidade e, portanto, para permitir que o Cristal Azul da individualidade do Espírito não fosse perdido.

Elohim, pronunciado por METATRON, corresponde, agora, dois anos após a revelação das cinco Chaves Metatrônicas (OD-ER-IM-IS-AL), à Porta KI-RIS-TI, que está nas costas, que permite, se querem, efetuar a última Passagem, ou seja, o retorno a Elohim.
O que quer dizer, também, ao que é ligado ao Espírito de Fogo.
Do mesmo modo como ele pronuncia, quando chega, o apelo ao Espírito do Fogo (Vehuiah), que é um dos Hayoth Ha Kodesh.
E, hoje, pela primeira vez, ele pronunciou Elohim, com a Vibração correspondente a essa Liberação (ndr: intervenção de METATRON de 7 de agosto de 2011, transcrita na rubrica «mensagens a ler») que é, de fato, vocês compreenderam, a Libertação.

A Terra é Liberada, nós sabemos que vocês são Liberados, mas a Libertação não havia ainda começado.
A Terra já havia dado à luz, isso lhes foi dito, mas, após o parto, o que acontece?
Vem a Libertação, o que quer dizer que se expulsa a placenta.
O que é que é a placenta?
São todas as Linhagens, todos os princípios do sangue, ou seja, tudo o que lhes permite passar das leis do sangue para a Lei do Espírito; leis da carne para a lei do Espírito; da lei de ação/reação (e, além disso, falsificada) para a Liberdade em relação à carne.
É o chamado de Elohim.
E são os Elohim que trouxeram, no Plano Vibratório, o Cristal Azul que estava ao centro de Yerushalaïm.

Questão: pode ser interessante, Vibratoriamente, pronunciar essa Chave, Elohim, para si?
Sim, isso abre a Porta Ki-Ris-Ti.

Ao nível Vibratório, a palavra Elohim e a estrutura Vibratória de Elohim são constituídas, vocês compreenderam, de AL e de IM.
É diretamente religada a Ki-Ris-Ti, que está atrás, entre as omoplatas e essa vértebra específica, que é a quinta vértebra dorsal.
Portanto, Vibrando Elohim, vocês põem em Vibração não mais unicamente a cabeça, como quando METATRON pronunciava o Ehieh Asher Ehieh, e o Vehuiah.
Pelo Elohim vocês não destrancam unicamente a cabeça, mas destrancam a Última Porta.

Questão: qual é a diferença entre um Elohim e uma Estrela de MARIA?
Alguns Elohim podem ser Estrelas de MARIA, mas não é obrigatório.
O Elohim significa, simplesmente, aquele que vem da Dimensão do Cristal, ou seja, da 11ª Dimensão.
As Estrelas de Maria estão na 18ª Dimensão.
Mas algumas das Estrelas puderam ser Elohim.
Mas não é porque há doze Estrelas, que havia doze Elohim, que sejam os mesmos.

Questão: por que tantas mulheres, desde algum tempo, dizem ser Estrela, ou mesmo a Mãe Divina, encarnadas?
É, simplesmente, uma identificação abusiva.
Como disseram os Arcanjos, vocês são portadores, todos, da Vibração do Arcanjo.

Não é por acaso se, em minha vida, eu tomei o nome MIGUEL.
Isso quer dizer que eu era um Arcanjo?
Não.
Isso quer dizer, simplesmente, que a Vibração do Arcanjo MIGUEL foi preponderante e determinante no que eu era.

Para uma mulher é muito mais fácil pensar-se ou identificar-se, Vibratoriamente, numa Estrela e portar uma qualidade Vibratória de uma Estrela, completamente.
Agora, eu repito: qual importância isso pode ter, uma vez que vocês penetram as esferas da Unidade?

Encarnados na carne, vocês retornam à entidade primordial que vocês São, para além de todas as estruturações de personalidade que vocês tomaram.
Portanto, vocês podem, perfeitamente, sobretudo para as senhoras, portar a Vibração, por exemplo, de MA ANANDA MOYI, sem qualquer escrúpulo.
Assim como MA ANANDA MOYI portou a Vibração de MARIA, é uma evidência.
Será, contudo, que ela era MARIA?
Ela era uma Maria, na Vibração da Essência.
E é perfeitamente lógico.

Vocês não têm necessidade, na Consciência que começam a viver, de estarem identificados a esse corpo, isso foi dito.
Mas vocês são portadores de muitas identidades Vibratórias, além mesmo de suas encarnações passadas.
Essas encarnações Vibratórias que vocês portam concorrem, de alguma forma, a fazê-los reencontrar a Unidade.
Mas é preciso prestar atenção para não identificarem-se, na totalidade, porque, naquele momento, a identificação, mesmo correta, priva-os da Unidade.
Mas vocês podem ser portadores da Vibração de um Arcanjo, de maneira preponderante.

O perigo seria tomarem-se por um Arcanjo.
E, do mesmo modo, quando vocês realizam o Si: hoje, vocês são muitos a realizar esse estado Vibratório de Consciência, mas, na época em que não havia muitos, era perfeitamente possível que seres exteriores, que viam esses seres viverem a Luz do Si, marcados por sua educação e sua própria percepção mediúnica, pudessem perceber, em tal ou tal Consciência, o CRISTO, e dizer: é o CRISTO.
E não, não é o CRISTO.
Mesmo se há identificação e não mais imitação, mas Fusão com o CRISTO.
Por exemplo, algumas Estrelas de MARIA, no Ocidente, viveram as Núpcias místicas com o CRISTO.
Elas tornaram-se o CRISTO.

Mas é outra coisa manifestar o CRISTO, espiritualmente, do que dizer-se o CRISTO na carne.
Não é similar.
A Vibração nada tem a ver.

Questão: poderia desenvolver sobre a diferença entre ISIS e MARIA?

A entidade MARIA nada tem a ver com a entidade ISIS.
É um apoio Vibratório.
MARIA porta ISIS.
Mas ISIS está bem além dos mundos da encarnação.

IS-IS é como quando nós dizemos KI-RIS-TI.
É uma palavra cuja Essência é Suméria.
KI-RIS-TI ou KIR-IS-TI é, simplesmente, o Filho Ardente do Sol.
ISIS é a Filha da Água.
Ela é a matriz primordial.
Ela é Gaia, se querem.
Ela é a virgem negra.
Ela é tudo o que se pode imaginar.
Ela é, também, a Shakti.
Então, é claro, ISIS é a Vibração que vem de Sírius A.
MARIA vem, também, de Sírius A.

Será que Jesus e Jesus Cristo era o CRISTO?
Jesus reencarnou-se numerosas vezes sobre a Terra, e também não há muito tempo.
CRISTO é um princípio de realização do Si.

Questão: ISIS seria, portanto, um princípio Vibratório e MARIA seria a contrapartida encarnada que portava essa ressonância?

Perfeitamente.
Assim como MA ANANDA MOYI portava MARIA.

Questão: e do mesmo modo como Jesus portava CRISTO?

Exato.

Questão: você escolheu apresentar-se sob o nome de OMRAAM MIKAËL AÏVANHOV...

Era o nome de minha última encarnação.
Mas eu teria podido chamar-me Merlin, por exemplo, uma vez que eu fui Merlin.
Mas qual importância, uma vez que somos Unificados?
Simplesmente, sobre esta Terra, em especial para os Anciões (que, como eu lhes disse, estavam quase todos presentes antes de 1984 sobre a Terra, nós partimos, os últimos, exatamente naquela época), nós ancoramos o Retorno da Luz.
Portanto, é claro, nós somos portadores de uma Vibração.
Essa Vibração é oriunda, ao mesmo tempo, do elemento dominante, de nossa origem estelar.
Talvez vocês saibam, eu venho de Vega da Lyra.
Porque, aí embaixo, há uma enormidade do que vocês chamam, sobre a Terra, pedagogos, professores, não é?
SRI AUROBINDO vem de Altair.
É uma Águia, ou seja, é um ser que tem a visão panorâmica, que é capaz de extrair-se de algo para ver uma situação em sua globalidade.
É um Melquisedeque do Ar, que não é a mesma coisa que um Melquisedeque de Fogo.
Tudo isso são estados Vibratórios que permitem, através da identidade que nós portamos, manifestar, hoje, certa característica.
Isso pode ir muito longe.
O Fogo, todos sabem que é vermelho.
O Ar é azul.
O azul do céu que vocês veem, mas também o azul do Éter, da Fusão dos Éteres etc.etc.
Questão: se Altair pode representar-se sob forma de Águias, sob qual forma podem representar-se os seres de Vega da Lyra?
Isso depende em qual Dimensão.
Há Vegalianos (que são os Anjos do Senhor) que estão na 3D Unificada.
Há seres que estão em todas as Dimensões.
A forma é diferente conforme a Dimensão.
Um Arcanjo é diferente, conforme a Vibração e a Dimensão que ele percorre.
Como nós dissemos, nos estados Multidimensionais, vocês não estão localizados numa forma e numa Dimensão.
Seu cérebro raciocina sempre na noção de identidade porque, sem identidade, não há cérebro, não é?
Portanto, vocês têm, sempre, o hábito de reconduzir à sua experiência e à vivência dessa consciência, querendo, a todo custo, atribuir uma forma precisa e um estado preciso.
É impossível.
Lá em cima nada é fixo.
Vocês não estão localizados.
Nós nos localizamos, como Melquisedeques, para permitir algum trabalho.
Mas nada é fixo, no infinito.
E, sobretudo não a Consciência; sobretudo não o Espírito.

Vocês tomam um corpo, chamado Corpo de Existência.
Mas esse Corpo de Existência (que se chama um Corpo de Diamante, um Corpo de Cristal, um Corpo da Civilização dos Triângulos) é um nível estabilizado.
Mas vocês não estão nesse estado, vocês estão em todos os estados ao mesmo tempo.
Vocês não podem compreender isso com o cérebro humano; vocês podem apenas vivê-lo.
O problema é que a consciência da personalidade é tão habituada a raciocinar em termos de identidade, por: meu corpo, meu pensamento, minha vida.
Isso nada quer dizer lá em cima.
Vocês compreendem porque é necessário ter certo número de ensinamentos Vibratórios, digamos.

Questão: dizer que CRISTO viria como um ladrão na noite faz referência à qualidade de nossa consciência que está, simbolicamente, na obscuridade?
É, ao mesmo tempo, uma referência simbólica, efetivamente, como isso acaba de ser exprimido.
Mas isso quer dizer, também, que Ele virá na noite escura da alma, ou seja, no processo chamado a estase, mesmo se muitos de vocês a vivam já, em parte ou na totalidade.
Eu os Engajo, para isso, a reler, como lhes disse SRI AUROBINDO, o Apocalipse de São João , porque ele lhes diz que a estrutura Vibratória do Apocalipse é completamente real, qualquer que seja a língua.
Mas, agora, como os eventos desenrolam-se sob seus olhos, se vocês leem o Apocalipse com a Consciência do que vivem, tanto em vocês como no exterior de vocês, isso vai aparecer-lhes com uma limpidez a mais Transparente possível.
E, aliás, São João descreveu, de maneira exata e perfeita, o Retorno do CRISTO.

Questão: houve, em várias reprises, períodos de falsificação e de Liberações?
De maneira parcial, para alguns povos, sim.
Há um exemplo flagrante, que são os Mayas.
Mas isso não corresponde ao fim de um Ciclo, como hoje,
Há grupos de indivíduos, povos que, no curso desses períodos de falsificação, foram capazes, por sua Elevação Vibratória comum, de desencadear uma Consciência Unificada e, portanto, de sair da matriz.
Mas é bastante raro.
Há fenômenos que são chamados de fim da vida, a cada 26.000 anos ou a cada 50.000 anos.
Mas não é por isso que a matriz não volta a fechar-se imediatamente.

A civilização Maya apareceu após os Viracocha terem dado a eles certo número de informações, que lhes permitiu criar uma Consciência Unificada, simplesmente.
A única diferença é que essas Consciências Unificadas não puderam sair, coletivamente, do confinamento presente no conjunto do Sistema Solar.
O que aconteceu?
Eles desceram ao Intraterra, na 3ª Dimensão Unificada, como os golfinhos de Sírius.

Questão: portanto, viveram-se, durante 320.000 anos, períodos sucessivos, de 50.000 anos de confinamento?
Perfeitamente, para aqueles que estão aí desde o início.
Vocês não estão, todos, aí desde o início.
Longe disso.

Questão: há pessoas, hoje, que poderiam ser ainda chamados pela Luz, ou, efetivamente, para nada serve falar disso ao redor de nós?
Falar disso?
Nada mudaria.
Contentem-se de Ser, e aquele que deve captar a Luz, ele a captará.
Não é pelas palavras que vocês farão mudar de opinião quem quer que seja.
É apenas pela Vibração.
Mas isso foi dito, já, desde anos, pelo Arcanjo MIGUEL.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

E eu lhes agradeço, caros amigos, por todas essas questões.
Eu quero transmitir-lhes todas as minhas bênçãos.
Até breve.
_______________________
Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:


O.M. AÏVANHOV – 7 de agosto de 2011

Mensagem publicada em 9 de agosto, pelo site AUTRES DIMENSIONS.
****************************

Versão para o português: Célia G.

*UM AMIGO* - 7 de Agosto de 2011 - AutresDimensions




Eu sou UM AMIGO.
Do meu Coração ao seu Coração, juntos, comunguemos à Graça do Amor.
Queridos Irmãos e Irmãs, eu venho, a vocês, para falar e exprimir uma série de elementos que, eu espero, irão lhes permitir estabelecerem-se mais facilmente na Consciência Unitária, na Morada de Paz Suprema.
Eu não vou falar, esta noite, de yoga.
Eu lhes dei, como eu disse, muito elementos, até agora.
Nós iremos, pelo contrário, abordar certo número de elementos referente ao fogo do ego, ao Fogo do Coração, à consciência do ego, à Consciência do Coração.
Nós iremos também lhes dar vários elementos referentes às diferentes esferas nas quais se manifesta o ego, sobre as quais convém levar sua Atenção para permitir, justamente, estabelecerem-se na Morada de Paz Suprema.
Primeiramente, alguns princípios.
O ego não pode jamais ser resolvido pelo ego.
Dito de outra forma, se alguma coisa, em meio ao ego, se opõe ao ego, isso irá fortalecer o ego no que vocês próprios se opõem ao ego.
A primeira coisa a compreender então é estabelecer, já, uma forma de distância entre o ego e a Consciência.
Isso pode ser perfeitamente realizável se vocês aplicam, em sua vida cotidiana, alguns elementos simples, mas extremamente eficazes.
***
O ego, como vocês sabem, é constituído de um conjunto de elementos chamados de Corpo de desejo, no qual se situam, aliás, estados de emoções, estados mentais, crenças, sofrimento também, e todo um conjunto de mecanismo que evolui, de maneira automática, repetitiva e que são, de algum modo, tanto obstáculos à Consciência Unificada, como obstáculos para manifestar e viver em meio ao Samadhi e na Morada de Paz Suprema.
A primeira coisa a compreender e a aceitar é que vocês não são nada do que vocês creem.
Enquanto vocês estão identificados a esse corpo, a esses mecanismos de resposta, a esses mecanismos afetivos, emocionais, mentais, sociais, vocês estão submissos, obviamente, ao que vocês estão identificados e, portanto, ao que vocês concordaram, apoiaram (e mesmo, ao contrário, negaram).
Não é porque vocês irão negar algo que está presente em sua vida, que este algo vai desaparecer.
Vocês todos o experimentaram por um sofrimento, por uma problemática, qualquer que seja.
***
A primeira coisa a fazer então é tomar uma forma de ‘distância’.
Esta forma de distância não é ser indiferente ao que manifestam seu corpo, suas emoções, suas crenças, seus sofrimento, seus prazeres, mas sim exercer uma forma de lucidez, não sobre a explicação do porquê se manifesta isso (porque a explicação fará sempre parte do ego), mas, bem mais, ser um observador silencioso do que acontece, sob o olho de sua Consciência que observa.
A partir do momento em que vocês adotarem esta atitude de observador, vocês poderão observar, não as explicações, mas, sobretudo, o mecanismo que está em operação.
Dessa maneira, o mecanismo é, eu diria, extremamente fácil de desativar.
Nós iremos tomar, para isso, a primeira das coisas à qual está submisso o ser humano, que são seus próprios afetos, suas próprias emoções.
A primeira coisa a fazer é tomar distância em relação a uma emoção.
Assim, é claro, uma emoção é uma reação, a mais frequentemente instantânea, que se segue a um estímulo exterior, vindo colocar em ressonância um acorde sensível, se o podemos assim dizer.
A primeira coisa a fazer, naquele caso, é jogar um jogo que consiste em recusar a dar-se um tempo para a emoção.
Qualquer emoção que nascesse apenas iria se fortalecer.
Não é questão, aqui, de negar o que quer que seja, nem de reprimir seja o que for, mas de dar-se um tempo antes de manifestar qualquer emoção.
Deste modo, então, vocês chegarão a dissociar este noção temporal de suas próprias emoções, vocês sairão inelutavelmente do estado emocional porque, vocês irão se aperceber de quê?
Vocês irão se aperceber, bem depressa, de que uma emoção é apenas a reação a alguma coisa, e que se o tempo transcorre, e bem, vocês constatarão, por si mesmo, que não pode mais ali ter reação.
Assim, se alguém o feriu, também, se alguém provoca em vocês uma emoção do tipo tristeza, raiva ou outra, se vocês aceitam, não reprimir a raiva ou a tristeza, não manifestá-la sem nada fazer, mas mais dizer: “eu sinto isso, mas eu irei exprimir ou eu irei exteriorizar dentro de alguns minutos” (esses instantes podendo ser simplesmente alguns minutos ou algumas horas), então, quando vocês decidirem deixar expressar esta raiva ou esta tristeza, vocês irão observar muito rapidamente algo essencial: que a tristeza ou a raiva (ou qualquer outra emoção) desapareceu totalmente.
***
Reação emocional que pode ser considerada, em um primeiro momento, como uma reação de defesa, visando proteger um território, e é exatamente o que é.
É um sinal de reconhecimento entre mamíferos, nada mais e nada menos.
Existe, é claro, quando eu falo de reações, não unicamente uma noção verbal, mas também o conjunto do que vai traduzir seu corpo.
Vocês podem muito bem manifestar uma raiva pelo olhar, sem qualquer palavra.
Vocês podem manifestar uma tristeza pela modificação do seu comportamento.
Tentem simplesmente tomar distância em relação a isso, ou seja, não negar o que se apresenta, não estar na negação, mas sim, simplesmente, treinar seu Espírito, sua Consciência, para não manifestar, de modo algum, a reação, no momento em que ela ocorre.
Mas não esqueçam que vocês não podem reprimir o que se manifesta.
Vocês não podem simplesmente adotar uma estratégia de comportamento (uma forma de Yoga do Espírito, se o podemos assim chamar) que lhes permitirá atrasar, no tempo, esta reação imediata.
Mas vocês irão constatar, bem depressa, que tudo o que lhes parecia importante para manifestar, no instante, não existirá no instante seguinte que vocês se deram.
Isso é uma maneira extremamente rápida de dissociar, de algum modo, a consciência comum de suas próprias emoções.
Isso irá fortalecer, também, o sentimento de Paz Interior.
Esta Paz que nada tem a ver, obviamente, com uma emoção, seja qual for, mesmo a mais agradável que se manifesta no ser humano, qualquer que seja a relação estabelecida com si mesmo ou com qualquer outra pessoa.
Isso será já uma etapa importante.
***
Uma segunda etapa, um pouco mais estruturalmente difícil, eu diria, refere-se ao seu mental.
O mental é, em última análise, apenas o reflexo do conjunto de condicionamentos, do conjunto de adesões condicionantes, do conjunto de reações aos seus próprios sofrimentos, de estratégias elaboradas pelo ego, para permitir-se não perder a abrangência, para não perder o prestígio e sair de uma situação, qualquer que seja.
Aí também, a situação e a posição do observador irá permitir-lhes ver esse mecanismo em operação.
Além de qualquer explicação, além de qualquer justificativa, vocês serão capazes de observar, com o olho da Consciência, como evolui e age o mental, muitas vezes de maneira autônoma, totalmente dissociado da Consciência.
E se vocês aceitam, também, que seu mental nem sempre se refere a uma noção de confinamento (ligado ao bem e ao mal) e que o mental vai sempre colocar atos, palavras, ações que apenas são derivadas, no final, de condicionamentos Interiores e de repetições anteriores.
O mental não sabe jamais inovar, ele apenas faz reproduzir.
Mesmo se o intelecto lhes dá, às vezes, o sentimento de elaborar grandes teorias ou grandes reflexões, estas serão sempre condicionadas pela experiência.
Vocês não podem escapar disso.
Assim, então, se vocês dissociam, já, o emocional, se vocês passam primeiramente por esta etapa das emoções, vocês irão aperceber-se de que vocês poderão realizar o mesmo feito em relação à sua própria atividade mental e que lhes será, naquele momento, muito mais fácil entrar em seus estados de meditação, de alinhamento ou de Consciência Unificada.
Vocês tomarão, aí também, uma forma de distância ou de despersonalização, de algum modo, de sua própria atividade mental.
***
Isso, é claro, virá além das percepções que vocês têm, atualmente, de não mais funcionar, para a maior parte de vocês, com a totalidade de suas capacidades mentais e que resulta, justamente e muito a propósito, da instalação e do aparecimento da Luz do Supramental.
Simplesmente, é preciso que o mental chegue a nutrir-se da Luz do Supramental.
Para isso, é preciso colocar-se como observador, que vai, não buscar explicar o que se vive, mas, bem mais (antes de manifestar, aí também, um comportamento ou uma ação que parecem justificadas por regras morais, sociais, afetivas que vocês adotaram, oriundas, eu lembro vocês, de seus próprios condicionamentos, de suas próprias experiências, de seu próprio sofrimento, de sua própria história), ir, progressivamente, aí também, distanciá-los em relação à sua própria história.
Não para destruí-la, não para renegá-la, não para negar, aí tampouco, mas sim para aceder outra área de percepção.
Vocês irão, desta maneira, como dizia Irmão K, pouco a pouco, habituar-se a sair do conhecido para penetrar o Desconhecido.
Vocês irão se aperceber, progressivamente, de que o Desconhecido não pode em caso algum ser condicionante, não pode em caso algum reproduzir qualquer coisa estereotipada, não pode em caso algum levá-los para as emoções, não pode em caso algum confiná-los em qualquer modo de funcionamento, ao nível do seu mental.
Pouco a pouco, também, vocês virão a assegurar, sem negar o que quer que seja e sem forçar seja o que for, para se distanciar de seu mental e compreender (e viver) que vocês não são esse mental.
***
É preciso também compreender que a Consciência Unitária não é a negação ou a rejeição da consciência do ego.
A Consciência da Unidade, o Fogo do Espírito, a Luz Vibral, vão simplesmente permitir-lhes exercer uma lucidez nova na qual vocês irão, realmente, ver-se em ação, sem, no entanto, se condenar, sem, no entanto, se julgar, mas sim ver agir, em vocês, eu diria, o macaco ou o autômato e se desidentificar, totalmente, deste macaco ou deste autômato.
Quando, nos ensinamentos orientais, foi dito que vocês não eram seu mental, que vocês não eram todo o conjunto de coisas, é a estrita verdade.
Sob a condição, é claro, de não fazer um conceito, de não fazer uma ideia ou uma adesão, mas sim de demonstrá-lo por vocês mesmos.
Naquele momento, vocês começarão a experimentar, já, um desapego e, sobretudo, um mecanismo que precede o Abandono à Luz, porque há uma clareza cada vez maior que irá se instaurar, entre o momento em que vocês agem, em que vocês manifestam o ego e o momento em que vocês agem e em que vocês manifestam algo que não é mais da ordem do ego.
Esse fenômeno, chamado de ‘sobreposição de duas consciências’, vai levá-los, pouco a pouco, a experimentar, por si mesmo (e mesmo fora dos seus espaços ditos Interiores de meditação, de alinhamento ou de práticas, quaisquer que sejam, ver sua vida e viver sua vida, com outro olhar e outra atitude, onde não há então mais qualquer estresse, mais qualquer emoção e mais qualquer manifestação que possa exteriorizar-se sem a concordância de sua própria Consciência.
***
Retenham bem (e a diferença é importante) que não se trata de controlar, que não se trata de explicar, que não se trata de querer dominar seja o que for, mas é por esse mecanismo, muito precisamente, que vocês irão manifestar seu estado de Abandono à Luz.
Agindo simplesmente por esses pequenos exercícios, em todos os setores de sua vida (seja social, afetivo, sensual, sexual, mesmo, ou ainda afetivo interpessoal, em seu ambiente ou com amigos), vocês poderão, pouco a pouco, não mais estar de qualquer maneira em estado emocional ou mental exacerbado e vocês irão, real e concretamente, desidentificar-se de tudo o que aparecia à Consciência e que não é a Consciência.
Paralelamente a isso, vocês próprios irão constatar, e muito facilmente, devido à abertura do último Caminho da Luz, que irá se manifestar para vocês um estado de equanimidade e de Paz, cada vez mais importante, que vai, sobretudo, ser totalmente independente de seus estados Interiores de alinhamento e independente de qualquer circunstância exterior.
Gradualmente e à medida que vocês reconhecerem este estado da Consciência, vocês entrarão, efetiva e concretamente, cada vez mais, no Estado chamado de Sat Chit Ananda, que é, na realidade, a primeira etapa de realização da Alegria Interior.
************
CONTINUA
(tradução em andamento)
************
Mensagem do Venerável UM AMIGO no site francês:
7 de agosto de 2011
(Publicado em 9 de agosto de 2011)
***
Tradução para o português: Zulma Peixinho

SEJA BEM VINDO AO NAMASTÊ



OLÁ PESSOAL!!

ESPERO QUE VOCÊS ENCONTREM OS ASSUNTOS QUE PROCURAM E POSSAM AJUDÁ-LOS DE ALGUMA MANEIRA, POIS ESSE SITE FOI FEITO PARA TODOS NÓS ,QUE BUSCAMOS CONHECIMENTOS E SABEDORIA PARA PODERMOS ESTARMOS EM SINTONIA COM A NOVA ERA !
BOM DIVERTIMENTO À TODOS!!

NAMASTÊ

Only Message Esoteric Here!!

DEARS BROTHERS AND SISTERS!! Each day come and take a few minutes of your attention and emanation of light to Gaia and so we have a stream of people pouring love and light to all mankind and Gaia! Only write in this box and know that every brother participates and the number of people sending their energy for our beloved planet! Kisses in the heart of each brother, lightworker! OR COMMENTS OF POSTS HERE! NAMASTE-NOVAERA

TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS

IMPRESSIONANTE TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS. Clique aqui: http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm

PARTICIPE DESSE MOMENTO DE ORAÇÃO

PARTICIPE DESSE MOMENTO DE ORAÇÃO

Like -FACEBOOK

AMADA MARIA E JESUS CRISTO

Ocorreu um erro neste gadget